6 de abril de 2014

Tenho que deixar de procurar coisas que me magoem, que me destruam psicologicamente e encontrar, no mundo, a paz. A paz de mão dada com as amizades femininas que possuo neste momento, não sei o que é o amor e cada vez mais me confunde. Sinto-me gelada, por baixo de um abismo, à procura do que não deve ser encontrado. Sinto-me tão fraca, tão doente. Tão vazia.

2 comentários:

emma disse...

que encontres a paz e que ela te preencha <3

Diana disse...

E ser mãe é a melhor coisa que existe acredita... Muito obrigada.
Desculpa pelo tempo que demorei a responder, mas foi porque tive um pouco afastada disto. <3